* Cantinho Satkeys

Refresh History
  • FELISCUNHA: ghyt74 pessoal  49E09B4F
    Hoje às 09:31
  • andre pakete: boa noite e muito obrigados
    21 de Novembro de 2018, 21:35
  • FELISCUNHA: ghyt74 pessoal  49E09B4F
    21 de Novembro de 2018, 11:54
  • ccc: boa noite
    20 de Novembro de 2018, 22:58
  • j.s.: try65hytr a todos  4tj97u<z
    20 de Novembro de 2018, 21:48
  • boavisteiro: Muito boa noite
    20 de Novembro de 2018, 18:15
  • andre pakete: muito bom dia e obrigados
    20 de Novembro de 2018, 10:00
  • FELISCUNHA: ghyt74 pessoal  49E09B4F
    20 de Novembro de 2018, 09:49
  • M@nolo: Bom Dia a Todos ....  4tj97u<z
    20 de Novembro de 2018, 05:20
  • j.s.: CANELA & MEL - A Lua ( CD 2018 )  link reposto [link]
    19 de Novembro de 2018, 22:08
  • j.s.: try65hytr a todos  4tj97u<z
    19 de Novembro de 2018, 22:08
  • cereal killa: Rico - Buzinadela (2018) [link]
    19 de Novembro de 2018, 21:06
  • cereal killa: Maria - A Primeira Vez (2018) [link]
    19 de Novembro de 2018, 20:59
  • cereal killa: try65hytr pessoal  r4v8p
    19 de Novembro de 2018, 20:58
  • FELISCUNHA: ghyt74 pessoal  49E09B4F
    19 de Novembro de 2018, 11:55
  • andre pakete: muito bom dia e obrigados
    19 de Novembro de 2018, 10:30
  • M@nolo: ghyt74 A todos
    19 de Novembro de 2018, 06:12
  • FELISCUNHA: Boas  htg6454y
    18 de Novembro de 2018, 20:55
  • andre pakete: feliz domingo e obrigados
    18 de Novembro de 2018, 16:44
  • andre pakete: boas tardes
    18 de Novembro de 2018, 16:31
Hoje às 09:37 por djalal19 | Views: 1 | Comments: 0

IPTV BEIN SPORT+MIX FR IT DE UK SP NL PT CZ RU RO ALB TURKEY LATINO USA IND PAK IR CH ARAB 22-11-2018

IPTV MIX WORLD LIST 1

https://dz4link.com/xos4XV

IPTV MIX WORLD LIST 2

https://shortadz.org/0WMz

IPTV MIX WORLD LIST 3

https://dz4link.com/5rMfmHEl

IPTV SPAIN

https://shortadz.org/ujPJ

IPTV FRANCE

https://www.file-upload.com/gftktxyi8zoq

IPTV MIX WORLD LIST 4

https://www.file-upload.com/uysuqw8ai5da

LIST 5

https://www.up-4.net/ysszfd4j0det

LIST 6

https://www.up-4.net/g9bw817ozmtu
Hoje às 09:33 por djalal19 | Views: 1 | Comments: 0

FREE CCCAM SERVER 1 UPDATE 22-11-2018



https://dz4link.com/ElWY



CCCAM SERVER 2



https://shortadz.org/pufC



CCCAM GENERTAROR CITE



https://www.file-upload.com/cpenyjd1mruy
Hoje às 09:33 por djalal19 | Views: 1 | Comments: 0

FREE CCCAM SERVER 1 UPDATE 22-11-2018



https://dz4link.com/ElWY



CCCAM SERVER 2



https://shortadz.org/pufC



CCCAM GENERTAROR CITE



https://www.file-upload.com/cpenyjd1mruy
Hoje às 08:26 por tvi2017 | Views: 2 | Comments: 0

IPTV ADULT+18XX+BEINSPORT+FR IT DE UK SP NL PT US CA LATINO TURK IN PK AR+VOD 22.NOV.2018




  IPTV 1 LINK HERE

   IPTV 2 LINK HERE
21 de Novembro de 2018, 20:06 por stariptvi | Views: 1 | Comments: 0

Mega iptv (23server links ) all channels world + mix + vod +sport 22-11-2018

  IPTV 1 LINK HERE

   IPTV 2 LINK HERE

   IPTV LINK 3  HERE
Nelito
21 de Novembro de 2018, 19:54 por Nelito
Views: 3 | Comments: 0


O ministro da Educação contestou esta quarta-feira que a existência do 2.º ciclo tenha um impacto na "cultura de retenção", defendendo que mudanças nos ciclos de ensino necessitam primeiro de "discussões alargadas" e experimentação. A resposta surge após o JN ter noticiado na edição de hoje a proposta da eliminação do 2.º ciclo para reduzir número de chumbos.

As declarações do ministro Tiago Brandão Rodrigues surgem na sequência da posição da presidente do Conselho Nacional de Educação (CNE), Maria Emília Bredero de Santos, que defendeu que deveria ser repensada a existência do 2.º ciclo, lembrando que se trata de uma "originalidade portuguesa" e que "não é uma boa prática" tendo em conta o elevado número de reprovações.

O relatório Estado da Educação 2017, divulgado hoje pelo CNE, alerta para as dificuldades dos alunos nos anos de transição, apontando o dedo para o 2.º ciclo, que é composto por "um ano para entrar e outro para sair".

No entanto, o Ministro da Educação entende que os números expressos no relatório não espelham essa relação: "A reprovação do 2.º ciclo estava em 12,5% (2013) e agora está em 5,8%", afirmou Tiago Brandão Rodrigues em declarações à Lusa.

"Obviamente que as transições são sempre complexas, que temos de fazer um trabalho sistemático no acompanhamento dessas transições para mitigar os efeitos de mudar de escola, mudar de ciclos, de mudar da monodocência para a pluridocência, como acontece no 2.º ciclo. Mas não nos parece, pelos números que vemos, que este 2.º ciclo tenha uma implicação na reprovação e cultura de retenção, como é dito", disse Tiago Brandão Rodrigues.

Para o ministro, qualquer alteração no esqueleto da escolaridade obrigatória e na reconfiguração do ensino básico teria de ser sempre alvo de "uma discussão alargada e profunda".

O ministro admitiu, no entanto, que, caso a sociedade e as forças políticas assim o entendessem, então poderia avançar-se para essa mudança: "A sociedade portuguesa assim o fará, mas sempre após uma discussão alargada e profunda que não se faz com repentismos".

A pertinência e eficácia dos três ciclos no ensino básico têm sido questionadas há já vários anos pelo CNE, mas nunca teve qualquer consequência por parte da tutela.

Tiago Brandão Rodrigues mostra-se apologista de "mudanças paulatinas", defendendo que qualquer mudança tem de ser primeiro experimentada no terreno. A "cultura da retenção" nas escolas portuguesas foi outra das preocupações apontadas no relatório do CNE, que indica que as taxas de retenção e abandono atingiram o valor mais baixo da última década no ano letivo de 2016/2017.

No entanto, a presidente do CNE lamenta que a medida continue a ser usada em demasia apesar de ser a "mais cara e menos eficaz".

Uma realidade que também preocupa o ministro que hoje salientou a "redução paulatina" dessas taxas, dando como exemplo a descida da taxa de abandono de 44% em 2001 para os atuais 12,6%, "que ainda precisam de ser combatidos".

O ministro corroborou a ideia de o chumbo representar um custo social e económico, mas também "um custo individual e um custo para a comunidade educativa muito alargado".

Tiago Brandão Rodrigues lembrou vários projetos que têm sido levados a cabo para "combater a retenção sem facilitismos", tais como o programa de promoção do sucesso educativo, a redução de alunos por turma ou o reforço na oferta do ensino profissional. Outro dos alertas lançados pelo CNE prende-se com o envelhecimento dos professores: O corpo docente das escolas públicas portuguesas está em queda e envelhecido, com apenas 0,4% dos professores com menos de 30 anos.

No que diz respeito ao ensino pré-escolar, básico e secundário, entre 2007-2008 e 2016-2017 as escolas perderam 30.370 docentes, registando um total, no último ano letivo em análise no relatório, de 145.549 profissionais.

Tiago Brandão Rodrigues lembrou a recente entrada de sete mil docentes, mas também que há cada vez menos alunos nas escolas: "Nos anos 60 havia cerca de 210 mil crianças a entrar todos os anos no 1.º ciclo e agora temos aproximadamente 80 mil".

No entanto, reconhece que os programas que foram lançados nos últimos anos exigem a presença de mais docentes nas escolas e que por isso "este é um facto que preocupa o Ministério".
21 de Novembro de 2018, 18:58 por Kristina2000 | Views: 2 | Comments: 0

UPDATE IPTV  SPAIN+PORTUGAL+FRANCE+GERMANY+BRASIL+TURKEY+ITALY  22.NOV.2018



   IPTV 1 LINK HERE

   IPTV 2 LINK HERE

   IPTV LINK 3  HERE
henrike
21 de Novembro de 2018, 18:24 por henrike
Views: 12 | Comments: 2


Raizes - Classicos da renascença




01. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Malhao da Carvalhosa
02. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Ribeira
03. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Diabo do belho
04. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Patuscada
05. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Boiada
06. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Musica da danca do Rei David
07. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Rosa tirana
08. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Malhao do Souto
09. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Tia & sobrinho (dueto dos cegos)
10. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - A caminho da romaria
11. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Se fores a Erba
12. Raizes - [Classicos da Renascenca 79] - Flor de cha




 
Só visivel para registados e com resposta ao tópico.

Se  Gostam então Agradeçam mas sem os Bonecos 





henrike
21 de Novembro de 2018, 17:59 por henrike
Views: 7 | Comments: 1


Grandes exitos do cinema portugues - Classicos da renascença




01- Madalena Inglesias - Tu es o meu Amor (Uma hora de amor)
02- Madalena Inglesias e Antonio Calvario - E tao bom Amar (Uma hora de amor)
03- Sao Joao Bonito - Anita Guerreiro (O Patio das cantigas)
04- Fernanda Peres - Eu Gosto de um  Marinheiro - (Eram duzentos irmaos)
05- Fernanda Peres - Eu Gosto de Ti - (Eram duzentos irmaos)
06- Artur Garcia - A Cancao de Lisboa - (A cancao de Lisboa)
07- Maria Jose Valerio - Os Olhos nao Mentem - (Um marido solteiro)
08- Fernanda Maria - Tres Espelhos - (Os tres espelhos)
09- Americo Silva - Coimbra - (Capas negras)
10- Ada de Castro - Cancao do Futebol - (O trevo e a folha)
11- Natalina Bizarro - Maria Papoila - (A Papoila)
12- Antonio Calvario - Cigano - (O diabo era outro)
13- Mariete Pessanha - Fado Eugenia da Camara - (Vendaval maravilhoso)
14- Madalena Inglesias - Eu nasci para cantar - (Uma hora de amor)




Só visivel para registados e com resposta ao tópico.
Se  Gostam então Agradeçam mas sem os Bonecos   
Nelito
21 de Novembro de 2018, 11:11 por Nelito
Views: 4 | Comments: 0


Cerca de 85 mil crianças morreram de fome ou doenças desde a intensificação da guerra no Iémen, segundo estimativas divulgadas esta quarta-feira pela organização Save the Children.

A organização não governamental (ONG) afirmou, em comunicado, ter usado dados das Nações Unidas para avaliar a taxa de mortalidade provocada pelos casos de malnutrição severa e de doenças em crianças com menos de cinco anos.

Naquilo que considerou "uma estimativa prudente", a ONG adianta que 84.701 crianças morreram de fome ou doença entre abril de 2015 e outubro de 2018, enquanto várias outras foram mortas nos combates que assolam o país.

"Estamos horrorizados pelo facto de cerca de 85 mil crianças terem morrido de fome. Por cada criança morta por bombas e balas, dezenas morrem de fome e de causas evitáveis", lamentou o diretor da Save The Children para o Iémen, Tamer Kirolos.

A guerra do Iémen opõe as forças do governo, apoiadas por uma coligação internacional liderada pela Arábia Saudita, aos rebeldes Huthis, que em 2014 e 2015 tomaram conta de vastas regiões do país, incluindo a capital, Sanaa.

Desde 2014, o conflito causou mais de dez mil mortos e provocou, segundo a ONU, a pior crise humanitária no mundo, com 14 milhões de pessoas ameaçadas pela fome.
Nelito
21 de Novembro de 2018, 11:10 por Nelito
Views: 5 | Comments: 0


Uma mulher está hospitalizada em estado grave após ser vítima de um ataque com ácido em Tenerife, a maior ilha das Canárias, Espanha.

Um homem lançou ácido à cara de uma mulher num refeitório no município de La Laguna, em Tenerife, e fugiu.

Uma patrulha da polícia que estava nas imediações quando foi dado o alerta deu auxílio à vítima até à chegada a ambulância.

A mulher foi hospitalizada no Hospital Universitário das Canárias, onde se encontra em estado grave.

Segundo fontes do governo local, citadas pela agência Efe, o ataque pode ter ocorrido num contexto de violência doméstica, embora não tenha sido revelada a relação entre a vítima e o agressor.

O homem está a ser procurado pelas autoridades.
Nelito
21 de Novembro de 2018, 11:09 por Nelito
Views: 4 | Comments: 0




Um cachalote morto que deu à costa, num parque natural da Indonésia, tinha cerca de seis quilogramas de resíduos de plástico no estômago.

A carcaça do animal, com quase 10 metros, foi encontrada junto à ilha Kapota, no Parque Nacional de Wakatobi, na segunda-feira. Dentro do estômago do animal, as autoridades encontraram 115 copos de plástico, quatro sacos de plástico e dois chinelos de dedo.

A descoberta deixou muitos ambientalistas revoltados com a situação. "Apesar de não ser possível confirmar as causas da morte do animal, os factos aqui apresentados são verdadeiramente preocupantes", disse Dwi Suprapti, uma especialista em conservação de espécies marinhas e coordenadora do Fundo Mundial para a Natureza (FMN), na Indonésia, citada pela Associated Press.

Através do Twitter, o FMN da Indonésia apresentou uma fotografia onde é possível ver o amontoado de lixo encontrado no interior do estômago do animal.

"Plásticos duros (19 peças, 140 gramas), garrafas de plástico (4 peças, 150 gramas), sacos de plástico (25 peças, 250 gramas), chinelos (duas peças, 270 gramas), pedaços de corda (3,26 quilos) e copos de plástico (115 peças, 750 gramas)", pode ler-se na publicação.

O excessivo uso de material de plástico é um problema em alguns países do sudoeste asiático, incluindo a Indonésia. A China, a Indonésia, as Filipinas, o Vietname e a Tailândia são os cinco países responsáveis por 60% dos resíduos de plástico que acabam nos oceanos, de acordo com dados apresentados pela organização ambientar Conservação dos Oceanos.

Um outro relatório apresentado no início do ano dava conta de que a quantidade de plástico presente no oceano poderia triplicar numa década.
Nelito
21 de Novembro de 2018, 11:05 por Nelito
Views: 3 | Comments: 0


São cada vez mais as empresas privadas e as corporações de bombeiros que recusam transportar doentes não urgentes com credencial dos hospitais, ou seja, pagos pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O preço tabelado não compensa, sobretudo em trajetos curtos, e as dívidas acumuladas de muitos hospitais tornam o serviço "incomportável", dizem os prestadores. A nível particular, uma viagem curta de ida e volta pode custar 70 euros e muitos doentes estão a ficar sem alternativa.

Este mês, os utentes transportados para consultas e tratamentos no Hospital de S. João, no Porto, pelas ambulâncias "Salvavida" foram avisados, por escrito, pela empresa de que o transporte com credencial cessaria a partir de dia 15. Em causa, refere a carta, estão faturas em atraso relativas ao transporte com credencial. Contactado pelo JN, Paulo Tavares, responsável da empresa, disse que o hospital tem uma fatura pendente de 2016, nenhuma de 2017 e várias desde janeiro deste ano, no valor total de 24 mil euros, o que levou à decisão de parar com o serviço.

O Hospital de S. João nega ter faturas em atraso de 2016 e garante ter tudo pago até julho deste ano. O administrador Renato Matos reconhece que há problemas com o transporte de doentes não urgentes, mas estes devem-se ao valor baixo que está tabelado.

"Os preços não compensam e nos últimos dois anos as empresas têm recusado fazer estes serviços", explicou Renato Matos, adiantando que, nestas situações, recorrem aos bombeiros. Porém, dentro da cidade, o problema mantém-se porque nem os Voluntários do Porto nem os Portuenses transportam com credencial para o S. João, como confirmou o JN. Os primeiros levam 60 euros e os segundos 52,5 euros por ida e volta, a nível particular.

O presidente da Liga Portuguesa de Bombeiros concorda que os valores tabelados não são atrativos, mas garante que o "grande problema é os hospitais deverem muito dinheiro aos bombeiros". Jaime Marta Soares diz que há associações de bombeiros a viver "situações dramáticas" e que o problema não é só no Porto, está a "generalizar-se". Em Viseu, várias corporações recusam transportes entre hospitais.

SITUAÇÃO "INSUSTENTÁVEL"

Também o presidente da Liga Portuguesa de Ambulâncias admite problemas em várias pontos do país. Segundo Martinho Cruel, "o Hospital de Viana atrasa-se sistematicamente nos pagamentos" e "os hospitais de Coimbra não pagam desde janeiro". "É insustentável para as empresas", diz.

Em resposta ao JN, a Unidade Local de Saúde do Alto Minho garante que têm sido feitos pagamentos regulares e mensais às transportadoras. Já o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra admite ter faturas pendentes, por questões de tesouraria e morosidade na conferência de faturas, mas nega atrasos desde janeiro. Diz ainda que, este ano, já pagou quase três milhões de euros aos bombeiros, cerca de metade da despesa anual com transporte de doentes.

A Administração Central do Sistema de Saúde diz desconhecer reclamações na área e garante que monitoriza, de forma permanente, as condições de acesso dos doentes ao transporte não urgente. Em 2017, refere, foram efetuados mais transportes do que em 2016 e os custos subiram sete milhões de euros para um total de 116 milhões.

Nelito
21 de Novembro de 2018, 11:01 por Nelito
Views: 5 | Comments: 0


A OCDE reviu ligeiramente em baixa o crescimento da economia portuguesa em 2019, para 2,1%, inferior ao estimado pelo Governo (2,2%), antevendo que o défice orçamental desapareça em 2020.

No relatório com as previsões económicas mundiais divulgado esta quart-feira ("Economic Outlook"), a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) estima que o crescimento da economia portuguesa "permaneça globalmente estável em cerca de 2% para 2018 e 2019".

Para 2018, a organização mantém a previsão de maio, estimando um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,2%, abaixo dos 2,3% estimados pelo executivo de António Costa.

Já para 2019, a OCDE reviu em baixa a previsão de 2,2% para 2,1%, enquanto o Governo estima que a economia avance 2,2% no próximo ano.

Por outro lado, para 2020, a organização está mais otimista do que o Governo ao prever que o PIB português cresça 1,9% (contra 1,7% estimados pelo executivo).

A procura interna e as exportações contribuirão para o avanço da economia, em particular o crescimento do consumo que "permanecerá sólido" ao mesmo tempo que a taxa de desemprego desce, explica a OCDE, acrescentando que a subida dos custos de mão-de-obra levará a um aumento da inflação.

O abrandamento dos principais parceiros europeus terá impacto no futuro, diz a organização.

Quanto às contas públicas, a OCDE prevê que o défice orçamental "desapareça até 2020", sublinhando que medidas políticas "terão de continuar a reforçar as finanças públicas".

"Após ser ligeiramente expansionista em 2018, a postura orçamental é projetada para ser amplamente neutra em 2019 e 2020", considera a organização, defendendo que o Governo deve continuar o objetivo de equilibrar as contas públicas de forma a sustentar a recuperação económica.

Para a organização internacional, "os planos do Governo para alcançar um orçamento equilibrado até 2020 são apropriados" e quaisquer receitas adicionais inesperadas devem ser utilizadas para reduzir o rácio da dívida pública em relação ao PIB, que "é ainda extremamente alto acima de 120%".

A OCDE defende que há espaço para aumentar a tributação ambiental, como por exemplo subir as taxas para que os preços da energia reflitam os custos para o ambiente. Além disso, organização considera que as novas empresas poderiam ver reembolsado o investimento em investigação e desenvolvimento (R&D, na sigla inglesa).

Para a organização, há "riscos" sobre as perspetivas que incluem um "aperto nas condições financeiras", nomeadamente um aumento das taxas de juro que poderá levar a uma situação financeira frágil devido à elevada dívida pública e ao crédito malparado. Também novos aumentos dos preços do petróleo constituem um risco.

No lado positivo para o futuro da economia portuguesa estão os avanços para a conclusão da união bancária da área do euro o que, segundo a OCDE, poderá aumentar a confiança e o investimento na atividade em Portugal.
Nelito
21 de Novembro de 2018, 10:59 por Nelito
Views: 11 | Comments: 1


 motel e abandonou-a junto a estação de comboios


A Polícia Judiciária deteve um homem por indícios da prática dos crimes de rapto, violação e roubo, no início do mês, junto a uma estação de comboios da Linha de Sintra.

Em comunicado, a PJ explica que os factos ocorreram no passado dia 6 de novembro, ao início da tarde, quando o agressor abordou a vítima, uma jovem de 19 anos, num parque de estacionamento junto a uma estação de comboios da Linha de Sintra.

Sob a ameaça de uma arma de fogo, prossegue a PJ, o agressor obrigou a jovem a entrar na viatura, roubou-lhe o cartão multibanco, obrigando-a a revelar o código, e levantou a totalidade do dinheiro existente na conta bancária da vítima.

"Com a vítima no interior da viatura, com os olhos vendados e sob ameaça de arma de fogo, conduziu-a até um motel, onde consumou a violação, num contexto de elevada intimidação e violência", acrescenta.

A vítima acabou por ser abandonada, ao final da tarde, junto a outra estação ferroviária da Linha de Sintra.

A PJ acrescenta que o presumível autor, que ficou em prisão preventiva após interrogatório judicial, tem antecedentes pela prática de crimes da mesma natureza.
Nelito
21 de Novembro de 2018, 10:57 por Nelito
Views: 4 | Comments: 0


Nos próximos anos vão faltar professores nas escolas se o Governo não planear, urgentemente, o rejuvenescimento da classe.

O alerta é feito pelo Conselho Nacional de Educação no relatório Estado da Educação 2017, que esta quarta-feira será aprovado, e também defende a eliminação do 2.º ciclo para se reduzir os níveis de retenção.

Desde 2010, ano de publicação do primeiro Estado da Educação, que o CNE sublinha o "envelhecimento acentuado e progressivo" dos professores mas é a primeira vez que os conselheiros pedem um estudo ao Governo sobre o envelhecimento e projeção de aposentações e alertam para a falta de docentes nos próximos anos.

"Tendo em conta o envelhecimento da população docente e a redução na procura dos cursos de formação de professores, urge fazer e divulgar rapidamente um estudo da necessidade de novos professores ara os diversos grupos de recrutamento", lê-se no documento que será hoje aprovado pelos conselheiros.

A quebra na natalidade que determinou uma redução de 17,6% de alunos desde 2008 e perspetiva menos seis mil alunos a entrar, por ano, no 1.º ciclo até 2020, a diminuição nos professores, especialmente no ensino público, é superior. Num contexto em que o peso orçamental dos salários e a recuperação do tempo de serviço congelado dos professores isola o Governo no Parlamento, que não exclui uma revisão da carreira docente na próxima legislatura, o CNE alerta para uma previsível rutura do sistema.

"O que mais me preocupa é se esse planeamento está ou não a ser feito", assume Maria Emília Brederode Santos, presidente do CNE.

No ano letivo 2016/2017, 38,5% dos professores tinham entre 50 e 59 anos; 8,3% tinham mais de 60, sendo que destes, 1164 (0,8%) tinham mesmo 65 ou mais, quase o dobro dos que tinham menos de 30 (582). Os educadores de infância são os mais envelhecidos: 74,2% tinham mais de 50 anos. No 1.º ciclo essa percentagem é de 35,6%, no 2.º é de 50% e no 3.º ciclo e secundário é de 45,2%. Comparativamente com os outros estados membros da União Europeia só a Grécia tem menos professores com menos de 30 anos do que Portugal. A somar a este cenário nunca houve tão poucos candidatos a cursos de Educação Básica. Este ano letivo, após as três fases do concurso nacional de acesso, num total de 21 licenciaturas em 12 ingressaram menos de dez estudantes. O Politécnico da Guarda não recebeu nenhum aluno e no de Portalegre apenas entrou um.

A presidente do CNE sublinha: apesar dos muitos progressos (a taxa de escolarização no secundário passou de 4,3% em 1971 para 77,6% em 2017, por exemplo), "o sistema ainda é injusto" e precisa continuar a melhorar. "É preciso pensar em modos de intervenção diferente".

"Sistema discriminatório"

O relatório recomenda que a organização dos ciclos de ensino seja repensada e ponderada a eliminação do 2.º ciclo. A medida, defende Maria Emília Brederode Santos, facilitaria a transição entre ciclos e reduziria os níveis de retenção, ainda elevados.

"Um ano para entrar, outro para sair" - é assim que é definido o 2.º ciclo, composto pelo 5.º e 6.º anos. Sem paralelo na Europa, Maria Emília Brederode Santos não assume uma nova fórmula (dois ciclos de seis anos ou três de quatro anos, por exemplo). "Há vários tipos de organização mas o que se deseja é diminuir as retenções" e aqueles dois anos, considera, "são um obstáculo", já que as reprovações sobem no 5.º e depois no 7.º (ano do Básico com mais chumbos).

Apesar dos níveis de reprovação terem atingido mínimos históricos ainda são um problema. Nas escolas continua a vingar a "cultura de retenção", como a primeira medida para resolver o insucesso. E em Portugal, quem mais chumba são alunos de estratos sociais, económicos e culturais abaixo da média. O que leva a presidente do CNE a defender que o sistema "ainda é discriminatório".

A taxa de retenção no 2.º ano (primeiro em que é possível reprovar) foi em 2016/2017 de 7,4%, a segunda mais alta do Ensino Básico, só superada pelos chumbos no 7.º ano (11,4%). A presidente do CNE acredita que os níveis se devem a dificuldades na aprendizagem da leitura e da escrita e considera que deviam ser um alerta para se repensar o 1.º ciclo, nomeadamente as metas.

"Não se pretende o facilitismo mas sim mais e melhores aprendizagens", frisa. O grande "obstáculo" que mina o sistema é que se começa a chumbar cedo e uma percentagem elevada acumula três ou mais retenções durante o percurso. Quanto mais velhos "maior é a taxa de retenção". Por exemplo, a taxa de retenção é de 6,7% no 2.º ano entre os alunos de sete anos, mas de 9,1% nos de 8 anos e de 23,3% nos de 10. No Secundário, as retenções também baixaram. No 12.º, são mesmo o nível mais baixo da década: 27,5% (nas regiões do Algarve, Alentejo Litoral, Alto Alentejo e Trás-os-Montes é acima dos 30%).

Chumba-se mais no Interior

As diferenças estatísticas não são acentuadas ou relevantes mas os dados indicam que no Interior do país chumba-se mais e consequentemente os níveis de conclusão e médias de exames e provas nacionais também são, regra geral inferiores. Há no entanto regiões que contrariam essa interioridade. Alto Minho, Ave, Cavado, Douro têm retenções abaixo da média nacional em todos os anos de escolaridade. É na Beira Baixa, Beiras e Serra da Estrela, Área Metropolitana de Lisboa, Baixo Alentejo e Algarve que mais se reprova no ensino básico. No secundário, a tendência mantém-se. Há regiões, no 12.º que atingem níveis superiores a 30% (Alentejo litoral, Algarve, Trás-os-Montes, Alto Alentejo e Área Metropolitana de Lisboa).

Consequentemente, as taxas de conclusão é de médias também são inferiores no Interior. Por exemplo, no Alto Minho a percentagem de alunos que termina o secundário sem chumbar é de 40,1% nos concelhos do Interior e de 49,2% nos do Litoral.
Nelito
21 de Novembro de 2018, 10:55 por Nelito
Views: 2 | Comments: 0


O Governo pediu, esta quarta-feira, uma inspeção às pedreiras situadas na zona de Borba, onde na segunda-feira uma estrada colapsou, provocando a morte a pelo menos duas pessoas.

Em comunicado, o Ministério do Ambiente e da Transição Energética determina "que, no prazo de 45 dias, a Inspeção-Geral da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território (IGAMAOT), proceda a uma inspeção ao licenciamento, exploração, fiscalização e suspensão de operação das pedreiras situadas na zona onde ocorreu o acidente do dia 19 de novembro".
21 de Novembro de 2018, 09:21 por stariptvi | Views: 4 | Comments: 0

IPTV ADULT+18XX+BEINSPORT+FR IT DE UK SP NL PT US CA LATINO TURK IN PK AR+VOD 21.NOV.2018




  IPTV 1 LINK HERE

   IPTV 2 LINK HERE

   IPTV LINK 3  HERE

21 de Novembro de 2018, 09:08 por djalal19 | Views: 3 | Comments: 0

IPTV TURK+MIX WORLD+FRA+ITA+SPA+ALBANIA+DEUTCH+USA+ALL SPORT 21-11-2018

IPTV ONLY ALL SPORT WORLD CHANNEL

https://dz4link.com/J8XGp

IPTV ITALY CHANNEL

https://shortadz.org/wOP6o

IPTV TURKEY+MIX WORLD CHANNEL

https://dz4link.com/Eqv

IPTV FRANCE
https://dz4link.com/IqhwQdSR

IPTV GERMANY

https://shortadz.org/YTh36

IPTV ESPANIA

https://www.file-upload.com/38gowjkadm6f

IPTV ALBANIA

https://www.up-4.net/nja993n219ac

IPTV TURKEY

https://www.up-4.net/03t3mpifi9xo

IPTV USA

https://www.up-4.net/k2m4da2jfc4l
Pages: [1] 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

* radio

TOP SITES

Topsiteseforuns