* Cantinho Satkeys

Actualizar Histórico
  • elkons: Bom dia e muito obrigado.
    Hoje às 17:22
  • elkons: Muito bom, obrigado.
    Hoje às 16:05
  • elkons: Boa tarde amigos
    Hoje às 15:47
  • boavisteiro: Muito bom dia
    Hoje às 11:20
  • andre pakete: bom dia e obrigados
    Hoje às 11:07
  • FELISCUNHA: ghyt74 pessoal  49E09B4F
    Hoje às 10:57
  • andre pakete: boas tardes e obrigados
    13 de Agosto de 2018, 16:09
  • H_Ruben: Boa tarde amigos. Excelente semana para todos
    13 de Agosto de 2018, 15:03
  • FELISCUNHA: ghyt74 pessoal  49E09B4F
    13 de Agosto de 2018, 11:23
  • j.s.: try65hytr a todos  4tj97u<z
    12 de Agosto de 2018, 22:27
  • Ariel Misael: Gracias por el archivo saludos.
    12 de Agosto de 2018, 19:03
  • andre pakete: muito boa tarde bom domingo e obrigados
    12 de Agosto de 2018, 15:09
  • H_Ruben: Boa tarde amigos. Feliz Domingo
    12 de Agosto de 2018, 14:06
  • FELISCUNHA: Votos de um santo domingo para todo o auditório  4tj97u<z
    12 de Agosto de 2018, 11:12
  • cereal killa: disfrutem  101041
    12 de Agosto de 2018, 00:19
  • cereal killa: Paulo Fernandes - Cansado de Ser Solteiro (2018)  [link]
    12 de Agosto de 2018, 00:19
  • cereal killa: Novas 2018 - Vol.6 (2018)  [link]
    12 de Agosto de 2018, 00:19
  • cereal killa: k8h9m ja vao sair mais 2 novidades  535reqef34
    12 de Agosto de 2018, 00:17
  • boavisteiro: Muito boa tarde
    11 de Agosto de 2018, 19:28
  • H_Ruben: Boa tarde amigos. Bom fim de semana
    11 de Agosto de 2018, 17:53
fm
06 de Agosto de 2018, 22:58 por fm
Visualizações: 37 | Comentários: 5

VA - NOW That’s What I Call Music! 1 (2018)



Mp3 320 kbps | Dance, Pop, Rock, RnB, Hip Hop | 1:54:58 | 2CD | 268 Mb


CD1:
[02:51] 01. Phil Collins - You Can't Hurry Love
[04:09] 02. Duran Duran - Is There Something I Should Know
[02:59] 03. UB40 - Red Red Wine
[03:56] 04. Limahl - Only for Love
[03:06] 05. Heaven 17 - Temptation
[04:12] 06. KC & The Sunshine Band - Give It Up
[03:57] 07. Malcolm McLaren - Double Dutch
[04:28] 08. Bonnie Tyler - Total Eclipse of the Heart
[03:51] 09. Culture Club - Karma Chameleon
[02:45] 10. Men Without Hats - Safety Dance
[03:43] 11. Kajagoogoo - Too Shy
[03:34] 12. Mike Oldfield feat. Maggie Reilley - Moonlight Shadow
[03:43] 13. Men At Work - Down Under
[03:47] 14. The Rock Steady Crew - (Hey You) Rock Steady Crew
[04:45] 15. Rod Stewart - Baby Jane
[04:12] 16. Paul Young - Wherever I Lay My Hat (That's My Home)

CD2:
[03:58] 01. New Edition - Candy Girl
[04:10] 02. Kajagoogoo - Big Apple
[03:39] 03. Tina Turner - Let's Stay Together
[03:42] 04. The Human League - (Keep Feeling) Fascination
[04:15] 05. Howard Jones - New Song
[03:25] 06. UB40 - Please Don't Make Me Cry
[03:29] 07. Peabo Bryson & Roberta Flack - Tonight, I Celebrate My Love
[03:00] 08. Tracey Ullman - They Don't Know
[03:57] 09. Will Powers - Kissing with Confidence
[04:24] 10. Genesis - That's All
[03:39] 11. The Cure - The Lovecats
[04:50] 12. Simple Minds - Waterfront
[03:28] 13. Madness - The Sun and the Rain
[04:55] 14. Culture Club - Victims


Só visivel para registados e com resposta ao tópico.
Nelito
06 de Agosto de 2018, 21:21 por Nelito
Visualizações: 12 | Comentários: 0


Os dirigentes do PCP repudiaram, esta segunda-feira, as explosões de sábado, em Caracas, classificando-as como um "atentado terrorista contra a vida do Presidente Nicolas Maduro, bem como de outros altos dirigentes da República Bolivariana da Venezuela".

Em comunicado, os comunistas consideram que "tal ato é indissociável da campanha de desestabilização e ingerência em desenvolvimento contra a Venezuela, protagonizada pelas forças reacionárias e pelo imperialismo que está a atingir gravemente as condições de vida do povo".

"O PCP expressa a sua solidariedade ao Presidente Nicolas Maduro, ao legítimo governo bolivariano e às forças revolucionárias e progressistas venezuelanas que persistem na defesa da Revolução bolivariana e da soberania da Venezuela", lê-se ainda no texto.

No sábado, duas explosões que as autoridades locais dizem ter sido provocadas por dois 'drones' (aviões não tripulados), obrigaram o Presidente da Venezuela a abandonar rapidamente uma cerimónia de celebração do 81.º aniversário da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar).

A cerimónia, que decorria na Avenida Bolívar de Caracas (centro), estava a ser transmitida em simultâneo e de forma obrigatória pelas rádios e televisões venezuelanas e, no momento em que Nicolás Maduro anunciou que tinha chegado a hora da recuperação económica, ouviu-se uma das explosões, que fez inclusive vibrar a câmara que focava o chefe de Estado.

Nesse instante, a mulher do Presidente venezuelano, Cília Flores, e o próprio chefe de Estado olharam para cima.

Antes de a televisão venezuelana suspender a transmissão, foi possível ainda ver o momento em que militares romperam a sua formação inicial. Sete militares ficaram feridos e, segundo as autoridades, foram detidas seis pessoas alegadamente envolvidas no atentado.
Nelito
06 de Agosto de 2018, 21:19 por Nelito
Visualizações: 15 | Comentários: 0


 A informação, publicada na página de internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), e atualizada às 17.35, era nesta hora a única disponibilizada no site pelas autoridades relativamente ao incêndio que lavra em Monchique.

A situação do incêndio da serra de Monchique na zona das termas é de "grande preocupação", disse o presidente do município de Monchique, Rui André. Pouco depois das 18:00, o autarca referiu que na área das termas há hotéis em risco e que uma frente do fogo está a aproximar-se de uma quinta pedagógica do concelho vizinho de Silves.

Sobre as casas afetadas pelo incêndio rural, que deflagrou na sexta-feira, Rui André não deu pormenores sobre o número de imóveis ou a sua utilização, referindo que o balanço não está finalizado.

A Lusa tentou obter esclarecimentos tanto através do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro como do posto de comando instalado em Monchique, o que não foi possível. Foram mobilizados para o combate às chamas um total de 1157 operacionais, apoiados por 358 viaturas e 13 meios aéreos.

Ainda de acordo com a informação disponível no site, foram acionados "três aviões Canadair espanhóis", embora a Lusa não tenha conseguido confirmar se esses meios estão efetivamente a operar. A Secretaria de Estado da Proteção Civil anunciou hoje, ao início da tarde, que Espanha disponibilizou dois Canadair. Foram ainda acionados grupos de reforço de Aveiro, Beja, Coimbra, Évora, Leiria, Lisboa, Santarém, Setúbal e Viseu.

Depois de um início de tarde em que o céu estava mais limpo, às 17.30 pairava sobre Monchique uma espessa nuvem de fumo, tornando o ar quase irrespirável, havendo também uma grande quantidade de cinzas a serem projetadas sobre a vila.

Praticamente não se veem moradores nas ruas da vila, sendo apenas notória a azáfama de bombeiros e elementos das forças de segurança.

Uma parte da estrada que liga Monchique ao Pico da Fóia, o ponto mais alto do Algarve, a cerca de oito quilómetros da vila, foi evacuada pelas autoridades devido à aproximação do fogo.

As autoridades estão ainda a fazer uma avaliação de reconhecimento no terreno sobre o edificado ardido no incêndio da serra de Monchique, não havendo ainda uma quantificação precisa de casas afetadas, informou a Comissão Distrital de Proteção Civil de Faro.

Há registo de 25 feridos, um dos quais em estado grave, uma idosa transportada para a Unidade de Queimados do Hospital de São José, em Lisboa, cujo prognóstico é "favorável".

Doze pessoas assistidas
No dia de hoje, houve doze pessoas, todas com ferimentos ligeiros, que foram assistidas até às 16.00 de hoje nos hospitais do Algarve na sequência do incêndio que desde sexta-feira lavra na serra de Monchique, informaram as autoridades de saúde. Em comunicado, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve adiantou que, dessas doze pessoas, apenas uma se mantém em observação no Serviço de Urgência da Unidade de Portimão do Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA).

A ARS/Algarve disponibilizou uma equipa de profissionais de saúde do Centro de Saúde de Monchique para assistir as pessoas que se encontram no Centro de Apoio à População na Escola EB 2,3 de Monchique, lê-se na nota.

Em articulação com o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), aquele organismo está também a disponibilizar as instalações do Centro de Saúde para que as equipas do INEM possam prestar apoio aos operacionais que se encontram no terreno, afetados pelo cansaço, desidratação, inalação de fumo.

O Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) disponibilizou ainda uma equipa de saúde mental comunitária para articular o apoio à população em caso de necessidade, lê-se no comunicado.
Nelito
06 de Agosto de 2018, 21:16 por Nelito
Visualizações: 11 | Comentários: 0


As chamadas para a emergência médica tiveram um "aumento substancial" nos últimos dias, tendo-se registado mais 20% de telefonemas para o 112, disse hoje à Lusa fonte do INEM.

Questionado pela Lusa sobre se houve um aumento de chamadas e se era possível relacioná-las com o calor intenso dos últimos dias, fonte oficial do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) explicou que a procura dos serviços de emergência médica registou um aumento de 20% nas chamadas realizadas para os Centros de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), "motivadas sobretudo pelo agravamento de situações de doença crónica".

Segundo o INEM, o aumento "muito substancial" do número de chamadas de emergência e a consequente ativação de meios "justifica-se pela onda de calor verificada nos últimos dias".

O aumento correspondeu a "umas significativas" 764 chamadas a mais, por dia, entre quarta-feira e domingo, comparando com o período homólogo do ano passado.

O aumento do número de chamadas teve "naturalmente impacto" no funcionamento dos CODU, apesar do "reforço de operacionais", que tiveram um "esforço acrescido", segundo a fonte.

Hoje, a Associação de Proteção e Socorro (APROSOC) disse em comunicado que na última madrugada, às 02:30, o CODU do INEM tinha 18 chamadas em espera e que o número de chamadas em "call-back" (recuperação de chamadas desligadas) era cerca de 90.

A fonte do INEM disse à Lusa que "naturalmente que os tempos de espera para atendimento das chamadas são mais elevados, em consequência do acréscimo muito significativo da procura dos serviços de emergência médica".

E acrescentou que "nenhuma chamada fica sem resposta", até porque o sistema "call-back" permite recuperar chamadas desligadas ou que caíram antes de serem atendidas, havendo profissionais com a função específica de fazer essas chamadas de volta.

De acordo com o INEM, o sistema de triagem nos CODU "permite avaliar rapidamente a situação clínica das vítimas" e estabelecer prioridades no envio de meios de emergência médica, pelo que apesar do aumento de atividade "tem sido possível manter uma resposta às várias situações".

"O INEM, fruto do aumento dos pedidos de socorro já referido, tem atendido perto de 5.000 chamadas de emergência por dia, e repudia publicações em alguns fóruns que têm como único objetivo provocar ansiedade e alarme na população portuguesa", adiantou a mesma fonte.

Os cidadãos, salientou a fonte, "podem e devem confiar no INEM e nas restantes instituições" que compõem o Sistema Integrado de Emergência Médica.

O INEM relembrou também que o 112 apenas deve ser usado em situações de emergência, e que as situações referentes a aconselhamento na área da saúde têm o Centro de Contacto do Serviço Nacional de Saúde, o SNS24, através do número 808 24 24 24
06 de Agosto de 2018, 19:44 por djalal19 | Visualizações: 11 | Comentários: 0

BEST IPTV BEIN SPORT+MIX EUROPE LATINO+ASIAN ARABIC USA +VOD M3U 7-8-2018
LIST1
https://dz4link.com/AalJWUFp
LIST2
https://dz4link.com/7DkP4M
LIST3
https://dz4link.com/K2wA
LIST4
https://www.file-upload.com/vcafvgapwum2
06 de Agosto de 2018, 19:31 por Kristina2000 | Visualizações: 15 | Comentários: 0

Full  IPTV +18 xxx+FR+IT+DE+UK+TR+SPORT+NL+Bein+SR+RU+for  07.08.2018




  iptv 1

  iptv 2

 iptv 3
Nelito
06 de Agosto de 2018, 12:44 por Nelito
Visualizações: 14 | Comentários: 0


A Arábia Saudita anunciou que vai expulsar o embaixador do Canadá em Riade e congelar todas as relações comerciais com o país, em resposta às críticas de Otava à repressão sobre ativistas de direitos humanos.

O reino saudita deu ao diplomata canadiano 24 horas para deixar o país e chamou o seu embaixador no Canadá "para consultas", num súbito endurecimento das relações bilaterais, que passa também pelo congelamento de "todos os novos acordos de comércio e investimento".

O reino da Arábia Saudita "não aceitará de nenhum país uma interferência nos seus assuntos internos", informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros saudita através de uma publicação na rede social Twitter.

A embaixada canadiana tinha referido, num comunicado publicado no Twitter, estar "gravemente preocupada" com uma nova onda de detenções de ativistas de direitos humanos na Arábia Saudita.

"Pedimos às autoridades sauditas a libertação imediata dos ativistas pacíficos de direitos humanos", indicou a nota.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros saudita reagiu, defendendo ser "muito lamentável que as palavras 'libertação imediata' figurem no comunicado canadiano", o que é "inaceitável nas relações entre dois países".

A 2 de agosto, a chefe da diplomacia canadiana, Chrystia Freeland, disse ter ficado "muito preocupada ao saber da prisão de Samar Badawi", ativista pelos direitos iguais entre homens e mulheres, e da colega Nassima al-Sadah.

Samar Badawi foi distinguida em 2012 com o Prémio Internacional de Liderança Feminina pelo Governo dos Estados Unidos.
Nelito
06 de Agosto de 2018, 12:43 por Nelito
Visualizações: 13 | Comentários: 0



O francês Joël Robuchon, o chef com mais estrelas do guia Michelin no mundo, morreu esta segunda-feira, em Genebra, aos 73 anos, vítima de cancro, anunciaram os serviços de assessoria do cozinheiro.

Robuchon, que contava com 32 estrelas Michelin, tinha sido operado no ano passado a um tumor no pâncreas.

Nascido em 1945 em Poitiers (no oeste de França), Robuchon recebeu várias distinções ao longo da sua carreira, como o título de melhor cozinheiro do século por Gaul & Millau, em 1990.

"O maior profissional que a cozinha francesa já teve. Um exemplo para as futuras gerações de chefs", escreveu o chefe de cozinha do Palácio do Eliseu, Guillaume Gómez, na plataforma de microblogues Twitter.

Aos 50 anos, depois de ver o seu restaurante "Joël Robuchon" ter sido nomeado como o melhor do mundo pelo International Herald Tribune, o chef abandonou a cozinha do seu restaurante para se dedicar à transmissão de conhecimentos, participando em vários programas de televisão.

A sua intenção de tornar a cozinha mais acessível ao grande público foi alcançada através de programas como "Bon Appétit Bien Sûr", em 2000, em que apresentava receitas simples e baratas todas as semanas, ou através de "Planète Gourmande", a partir de 2011.

As suas viagens pelo Japão e pelos bares de tapas em Espanha inspiraram-no para a criação de um novo conceito de restaurante, com um ambiente mais dinâmico e jovial, mas oferecendo produtos de grande qualidade, algo que se viria a materializar no "L'Atelier", presente em vários países.
Nelito
06 de Agosto de 2018, 12:41 por Nelito
Visualizações: 14 | Comentários: 0


Entre sábado e as 21 horas de domingo, morreram em Portugal 643 pessoas, 78,5% das quais com idade igual ou superior a 75 anos. E 97% dos óbitos ficaram a dever-se a causas naturais.

Balanço, provisório, de um fim de semana de canícula, com os termómetros a baterem recordes de temperaturas máximas em diversos pontos do país . E que está já acima dos valores de mortalidade geral estimados para aqueles dois dias.
Nelito
06 de Agosto de 2018, 12:38 por Nelito
Visualizações: 13 | Comentários: 0



Foto: Arquivo Global Imagens


Hoje às 08:42
COMENTAR
TÓPICOS
Nacional
Meteorologia
Cerca de 70 concelhos em risco máximo de incêndio
COMENTAR

MAIS VISTAS EM NACIONAL
05-08As imagens do calor em Portugal num fim de semana de inferno
01:23Fim de semana de calor extremo com 643 óbitos
04-08Suor e exaustão. O esforço dos bombeiros no mais violento incêndio do ano
05-08Temperaturas começam a descer a partir de segunda-feira
05-08Calor afeta circulação de comboios Alfa Pendular

Cerca de 70 concelhos dos distritos de Vila Real, Viana do Castelo, Bragança, Viseu, Guarda, Leiria, Santarém, Portalegre, Beja e Faro estão esta segunda-feira em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, outros 69 concelhos dos distritos de Beja, Faro, Portalegre, Santarém, Lisboa, Leiria, Coimbra, Castelo Branco, Viseu, Aveiro, Porto, Bragança, Braga, Vila Real e Viana do Castelo estão em risco muito elevado (o segundo mais grave) de incêndio.

Em risco elevado estão ainda outros cerca de 80 municípios, num dia em que o IPMA prevê que os termómetros comecem a baixar.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o "reduzido" e o "máximo".

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13 horas em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Por causa da persistência de valores elevados das temperaturas máximas o IPMA estendeu o aviso vermelho até ao final do dia de hoje, mas apenas nos distritos de Castelo Branco e Portalegre.

O IPMA prevê para esta segunda-feira tempo quente no interior e descida acentuada de temperatura no litoral oeste e nebulosidade no litoral Norte e Centro.

As temperaturas máximas apenas vão ultrapassar os 40 graus celsius em Castelo Branco (42º), Évora (42º) e Beja (41º). Já as temperaturas mínimas vão descer até aos 16º em Vila Real, Braga, Viseu e Guarda.

Risco muito elevado de exposição aos raios UV

Portugal, incluindo as ilhas, apresenta esta segunda-feira um índice muito elevado de radiação, com exceção do distrito de Viana do Castelo, de acordo com informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O distrito nortenho de Viana do Castelo está com risco elevado.

Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o IPMA recomenda a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, 't-shirt', guarda-sol, protetor solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

O índice ultravioleta varia entre 1 e 2, em que o risco de exposição à radiação UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).
Nelito
06 de Agosto de 2018, 12:37 por Nelito
Visualizações: 13 | Comentários: 0


O número de dentistas portugueses a trabalhar no estrangeiro duplicou nos últimos dez anos, num país que já tem quase o dobro de profissionais em relação às recomendações da Organização Mundial da Saúde.

Segundo o estudo "Números da Ordem", promovido pela Ordem dos Médicos Dentistas e a que a agência Lusa teve acesso, Portugal atingiu no ano passado um rácio de um médico dentista por 1033 habitantes, que é praticamente o dobro do que é recomendado a nível internacional.

"Nota-se que há um aumento de emigração. Isto vem desde há cerca de 15 anos, mas acentuou-se no período de crise económica, a partir de 2008/2009", afirmou o bastonário dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, em entrevista à agência Lusa.

Reino Unido, França, Suíça e vários países da Escandinávia são os que atraem dentistas portugueses, oferecendo melhores condições salariais e de exercício profissional.

Segundo os dados da Ordem, haverá cerca de 1500 a 2000 médicos dentistas portugueses a exercer no estrangeiro.

"Em contrapartida, em Portugal há dificuldade de os médicos dentistas encontrarem colocação", refere o bastonário, sublinhando uma "dificuldade crescente de inserção no mercado de trabalho", numa profissão essencialmente liberal e que tem ainda escassa expressão no Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Em Portugal há sete faculdades de Medicina Dentária que todos os anos colocam no mercado de trabalho entre 500 a 600 profissionais.

"Com cerca de 10 mil médicos dentistas ativos e mais dois mil a exercer no estrangeiro, este número é claramente excessivo para as necessidades do país", frisa Orlando Monteiro da Silva, lembrando que é importante para os candidatos ao Ensino Superior conhecerem a realidade de cada profissão.

A Ordem dos Médicos Dentistas insiste na necessidade de o Governo, em conjunto com as faculdades, reduzir o número de pessoas que ingressam nos cursos de Medicina Dentária, adequando-o à procura e às necessidades do país.

As faculdades devem também, segundo o bastonário, apostar mais na formação pós-graduada e especializada dos médicos dentistas e na formação de profissionais de outros países, que já é uma realidade.

Aliás, o número de alunos estrangeiros representa já um quarto do total dos estudantes de Medicina Dentária em Portugal, havendo até já uma faculdade privada que tem mais estudantes estrangeiros do que portugueses.

Esta situação é explicada pela Ordem com o reconhecimento internacional da qualidade do ensino da Medicina Dentária em Portugal, sendo que os estrangeiros que cá se formam acabam depois por regressar aos seus países de origem.

Com base no estudo "Números da Ordem" relativo a 2017, a Ordem dos Dentistas estima que a partir do próximo ano exista um médico dentista para menos de mil habitantes, quando as recomendações internacionais apontam para um dentista por cada 2.000 habitantes.

Mas em termos regionais, a distribuição de dentistas em Portugal é bastante desigual. Na área metropolitana do Porto há um dentista por cada 707 habitantes, enquanto no Baixo Alentejo há um médico dentista por cada 2.741 habitantes, sendo a região com menos profissionais.

Para a Ordem dos Dentistas, o excesso de profissionais está a "criar um flagelo na profissão" e o país não terá como os absorver.
Nelito
06 de Agosto de 2018, 12:36 por Nelito
Visualizações: 12 | Comentários: 0


A Ordem dos Médicos vai analisar todos os códigos de conduta ética em vigor nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde para verificar se atentam contra o direito de denúncia de situações críticas ou de más condições de trabalho.

A ideia é perceber se os códigos de conduta das unidades de saúde estão a limitar os profissionais de denunciar situações anómalas que ponham em causa a saúde dos doentes ou os direitos e a saúde dos profissionais.

"Iremos solicitar ao Ministério da Saúde o envio de todos os códigos de conduta ética em vigor nas instituições e estabelecimentos do Serviço Nacional de Saúde e não deixaremos de, por todos os meios, pugnar pela sua revogação/alteração na medida em que contrariem a Constituição da República, a Declaração Universal dos Direitos Humanos e o Código Deontológico", escreveu o bastonário da Ordem numa carta enviada à administração de um hospital, a que a agência Lusa teve acesso.

Confrontado com este documento, o bastonário explicou que o pedido ao Ministério da Saúde vai seguir na próxima semana. A Ordem pretende "analisar a dimensão dos códigos de conduta" dos hospitais e unidades de saúde "no que se relaciona com questões essenciais como as liberdades, direitos e garantias das pessoas".

Em declarações à agência Lusa, Miguel Guimarães disse que a Ordem já analisou alguns códigos que nem sequer salvaguardam "o direito e o dever de as pessoas denunciarem situações" que ponham em causa o direito dos doentes.

O bastonário lembra que tanto a Constituição como o Código Deontológico dos médicos consagram princípios e valores éticos relacionados com o dever de defender as pessoas e proteger os doentes, o "que inclui, naturalmente, o dever de denúncia de situações que possam colocar em causa o acesso ou a avaliação e tratamento dos doentes, incluindo situações de má prática, condicionada ou não pelas más condições de trabalho".

O Código Deontológico dos médicos refere que o médico "deve exercer a sua profissão em condições que não prejudiquem a qualidade dos seus serviços e a especificidade da sua ação, não aceitando situações de interferência externa que lhe cerceiem a liberdade de fazer juízos clínicos e éticos e de atuar em conformidade com a 'leges artis'".

O Código Deontológico estabelece também que é dever do médico "comunicar à Ordem todas as tentativas de condicionar a liberdade do seu exercício ou de imposição de condições que prejudiquem os doentes".

Na semana passada, o jornal Público noticiou que a Ordem dos Médicos enviou ao Centro Hospitalar Lisboa Norte, que integra o Santa Maria e o Pulido Valente, um pedido de esclarecimento sobre o código de ética da instituição.

Em maio, o Centro Hospitalar Lisboa Norte enviou um email aos seus funcionários a recordar o código de ética, que invoca que "nenhum colaborador pode, por iniciativa própria ou a pedido, fornecer informação à comunicação social, sem que esteja mandatado prévia e superiormente".

Também o código do Centro Hospitalar Lisboa Central, por exemplo, refere que "nenhum colaborador do CHLC pode fornecer informações à comunicação social por iniciativa própria ou a pedido, sem que esteja mandatado prévia e superiormente".
Nelito
06 de Agosto de 2018, 12:35 por Nelito
Visualizações: 9 | Comentários: 0


O Ministério da Justiça garantiu esta segunda-feira que já foi autorizada a abertura de concurso para os especialistas em medicina legal, depois de a Ordem dos Médicos ter denunciado atrasos e casos de recém-especialistas que aguardam há dois anos.

Numa nota enviada à agência Lusa, o Ministério indica que a Ordem dos Médicos tem conhecimento de que o aviso de abertura do concurso "foi enviado para publicação em Diário da República há cerca de duas semanas".

"A abertura do concurso para ingresso na carreira médica de medicina legal já foi autorizada e, nessa sequência, foi desenvolvido e finalizado o procedimento interno de mobilidade para os médicos do mapa", adianta o Ministério.

O colégio da especialidade de medicina legal da Ordem dos Médicos denunciou no domingo atrasos na abertura de concursos, com profissionais à espera há mais de dois anos e a assumir responsabilidades de especialistas, mas a ser remunerados como internos em formação.

Após concluírem o internato da especialidade, estes especialistas chegam a esperar mais de quatro anos pelos concursos, tendo a Ordem dos Médicos escrito ao Ministério da Justiça, que tutela esta carreira médica, a apelar para que os concursos pendentes abram rapidamente.

Segundo a presidente do colégio da especialidade de Medicina Legal da Ordem, Sofia Frazão, estão a aguardar concurso entre 10 e 20 profissionais.

Segundo uma nota da Ordem emitida no domingo, o bastonário enviou na semana passada uma carta ao Ministério da Justiça a apelar à abertura urgente dos concursos, recordando que o último concurso para recém-especialistas foi lançado em outubro de 2016.
06 de Agosto de 2018, 04:30 por Kristina2000 | Visualizações: 17 | Comentários: 0

FULL IPTV IT+DE+UK+TR+SP+NL+PT+SR+RU+ for  06.08.2018





  iptv 1

  iptv 2

 iptv 3
06 de Agosto de 2018, 03:46 por tv2017 | Visualizações: 19 | Comentários: 0


06 de Agosto de 2018, 02:34 por ASERooooyyyyyy1 | Visualizações: 23 | Comentários: 0

iptv playlist 1
DOWNLOAD || تحميل
iptv playlist 2
DOWNLOAD || تحميل
Nelito
05 de Agosto de 2018, 21:11 por Nelito
Visualizações: 16 | Comentários: 0


Washington garante não estar envolvido no ataque com drone ocorrido em Caracas, no sábado, e denunciado pelo presidente venezuelano, Nicolás Maduro, como uma tentativa de "assassinato".

"Posso dizer categoricamente que não houve qualquer participação do governo norte-americano" no ataque, afirmou, este domingo, o conselheiro para a segurança nacional de Donald Trump, John Bolton, à Fox News.

Duas explosões, aparentemente provocadas por 'drones' (veículo aéreo não tripulado), obrigaram Maduro a abandonar rapidamente uma cerimónia de celebração do 81.º aniversário da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar). O presidente da Venezuela escapou ileso, mas sete militares ficaram feridos e foram hospitalizados.

Nicolas Maduro acusou o seu homólogo colombiano, Juan Manuel Santos, de ter ordenado o ataque, tendo a presidência da Colômbia refutado a alegação.

O presidente venezuelano disse ainda que as primeiras investigações indicam que vários dos responsáveis intelectuais e financeiros do alegado atentado vivem na Florida, adiantando esperar que o presidente Trump colabore com a Venezuela.

"Se o governo venezuelano tiver informações sólidas que queira enviar-nos e que mostrem uma possível violação da lei penal norte-americana analisá-las-emos com seriedade, mas enquanto isso, deveríamos concentrar-nos na corrupção e opressão do regime na Venezuela", adiantou John Bolton.

Considerou que o ataque de sábado poderá ter várias causas "como um pretexto montado pelo próprio regime ou qualquer outra coisa".

O incidente, reivindicado por um misterioso grupo rebelde, o Movimento Soldados de Flanelas (MSF), ocorre numa altura em que a Venezuela vive uma situação social e política particularmente tensa, com uma penúria generalizada no país.

A inflação pode atingir os 1.000.000% no final de 2018, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), enquanto o produto interno bruto (PIB) pode cair 18%.
Nelito
05 de Agosto de 2018, 21:10 por Nelito
Visualizações: 13 | Comentários: 0


Os chefes da polícia e dos bombeiros gregos foram, este domingo, substituídos pelo governo, que continua a ser muito pressionado pela gestão do mortífero incêndio no leste de Atenas que provocou 90 mortos.

"A direção dos bombeiros será assegurada a partir de hoje pelo atual chefe-adjunto, general Vassilios Matheopoulos" e a da polícia pelo "atual chefe-adjunto deste corpo, o general Aristidis Andrikopoulos", indicou um breve comunicado do gabinete do primeiro-ministro Alexis Tsipras após uma reunião do Executivo.

Esta decisão surge dois dias após a demissão do ministro-adjunto responsável pela Proteção dos cidadãos, Nikos Toskas, também responsabilizado pela oposição e diversos media de "má gestão" operacional do incêndio de 23 de julho, o mais mortífero do país.

O ministro, que permanecia em funções desde 2015, tinha indicado que "a perda de tantas vidas humanas em Mati tinha demovido o [seu] desejo de continuar".

Um dia após o devastador incêndio, Toskas indicou ter proposto a sua demissão ao primeiro-ministro, que na ocasião recusou o pedido.

A responsabilidade da proteção civil foi transferida para o ministro do Interior, Panos Skourletis.

Um responsável dos bombeiros revelou hoje que duas pessoas, em estado grave devido aos incêndios nas estâncias balneares de Mati e Rafina, não resistiram aos ferimentos este fim de semana, elevando o balanço para 90 mortos.

Tsipras encontra-se sob pressão desde a passada semana por ter apenas reconhecido a "responsabilidade política" do terrível incêndio, que se propagou de forma muito rápida a partir uma colina devido aos fortes ventos, em direção à povoação de Mati e arredores, em grande parte construída num pinhal.
Nelito
05 de Agosto de 2018, 21:08 por Nelito
Visualizações: 18 | Comentários: 0









Percorra a fotogaleria para ver as imagens do calor que se fez sentir em Portugal neste fim-de-semana. Sábado foi o dia mais quente dos últimos 18 anos em território continental, tendo registado um valor médio da temperatura média de 32,4 graus, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.
Nelito
05 de Agosto de 2018, 21:05 por Nelito
Visualizações: 13 | Comentários: 0





Mais de 1800 homens estavam, pelas 17 horas deste domingo, a combater 39 incêndios em Portugal continental, dos quais seis estavam em curso, enquanto os restantes estavam em fase de resolução ou conclusão.

Segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), os seis incêndios rurais ou florestais em curso localizavam-se nos concelhos de Monchique, Lousada, Vila Nova de Famalicão, Almada, Marvão e Alfândega da Fé.

Com mais meios continua o combate às chamas em Monchique, Faro, que deflagraram na localidade de Perna Negra pelas 13.32 horas de sexta-feira. O fogo, combatido por 831 homens, 223 viaturas e 12 meios aéreos, às 17 horas, obrigou à retirada de pessoas de uma zona próxima da Portela do Vento.

À mesma hora, em Marvão, no distrito de Portalegre, estavam 148 operacionais, 38 viaturas e três meios aéreos a combater as chamas, que tiveram início pelas 15.30 horas deste domingo.
Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 [10] 11 12 13 14 15

* radio

TOP SITES

Topsiteseforuns